sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Energia e Matéria nos Ecossistemas


Os principais produtores da Terra são os organismos fotossintetizantes.
A energia luminosa do Sol é fixada pelo autótrofo e transmitida, sob a forma de energia química, aos demais seres vivos. Essa energia, no entanto, diminui á medida que passa pelos consumidores, pois parte dela é utilizada para a realização dos processos vitais do organismo e a outra é liberada sob a forma de calor. Sempre restará, portanto, uma parcela menos de energia disponível para o nível seguinte. Como na transferência de energia entre os seres vivos não há reaproveitamento da energia liberada, diz-se que essa transferência é unidirecional e se dá como um fluxo de energia. A matéria, no entanto, pode ser reciclada; por isso, fala-se em ciclo da matéria ou ciclo biogeoquímico.
Pirâmides de Energia-

Pirâmides são formas de demonstrar através de gráficos a hierarquia de cadeias.
Biomassa
Corresponde a matéria orgânica de cada nível trófico (sua pirâmide é igual a de energia já que a energia está na biomassa, assim quanto maior a biomassa, maior a energia).
Energia
Corresponde a energia contida na biomassa de cada nível trófico, assim cada parte da pirâmide terá indicada a energia de um nível trófico.
Números
A largura dos níveis representam o número de representantes de cada espécie naquela cadeia alimentar; é a mais variada.

Ciclos Biogeoquímicos-

Com a morte dos organismos ou perda de partes de seu corpo, a matéria orgânica é degradada, e os átomos que a constituíam retornam ao ambiente, onde poderão ser incorporados por outros seres vivos. Uma vez que os átomos dos diversos elementos químicos que faziam parte de seres vivos voltam ao ambiente não vivo, fala-se em ciclos biogeoquímicos, para se ressaltar o fato de que os elementos químicos circulam entre os seres vivos (biosfera) e o planeta (atmosfera, hidrosfera e litosfera).
Se não houvesse esse reaproveitamento dos componentes da matéria dos cadáveres, átomos de alguns dos elementos químicos fundamentais para a constituição de novos seres vivos poderiam se esgotar.O processo de reciclagem na natureza é realizado principalmente por certos fungos e bactérias decompositores. 

Ciclo da Água -


O ciclo da água é importante porque essa substância está associada aos processos metabólicos de todos os seres vivos. O ciclo da água pode ser considerado sob dois aspectos: o pequeno ciclo, ou ciclo curto, e o grande ciclo, ou ciclo longo.
O pequeno ciclo da água é aquele em que a água dos oceanos, lagos, rios, geleiras e mesmo a embebida no solo evapora, passando à forma gasosa. Nas camadas mais altas da atmosfera, o vapor d'água condensa-se e origina nuvens, a partir das quais retorna à crosta terrestre na forma de chuva. O ciclo das chuvas contribuiu no passado e ainda contribui para tornar o clima da Terra favorável à vida.
O grande ciclo da água é aquele do qual participam os seres vivos. A água além de ser solvente e reagente de inúmeras reações químicas intracelulares, é uma das matérias primas da fotossíntese. Os seres vivos também perdem, continuamente água por transpiração, na respiração, na urina e nas fezes. Parte da água que as plantas e os animais absorvem é utilizada na síntese de outras substâncias, ficando incorporada nos tecidos animais e vegetais até sua morte, quando é devolvida ao ambiente pela ação dos decompositores.

Ciclo do Carbono- 

Consiste na passagem de átomos de carbono (C) presentes nas moléculas de gás carbônico (CO2) disponíveis no ecossistema para moléculas que constituem as substâncias orgânicas dos seres vivos (proteínas, glicídios, lipídios etc.), e vice-versa.
O carbono captado na fotossíntese vai passando de um nível trófico para outro e, ao mesmo tempo, retornando aos poucos à atmosfera, como resultado da respiração dos próprios organismos e da ação dos decompositores, que atuam em todos os níveis tróficos.
A queima de combustíveis fósseis, como o carvão mineral, o gás natural e o petróleo liberam carbono,na forma de CO2 à atmosfera. Devido à queima desses combustíveis, a concentração de gás carbônico na atmosfera aumentou, nos últimos 100 anos. De acordo com muitos cientistas esse aumento está provocando a elevação da temperatura média da Terra, em decorrência do aumento do efeito estufa.
Ciclo do Nitrogênio -


O ciclo do nitrogênio consiste na passagem de átomos de nitrogênio de substâncias inorgânicas do meio físico para moléculas orgânicas constituintes dos seres vivos, e vice-versa. Átomos de nitrogênio fazem parte de diversas substâncias orgânicas, sendo as mais importantes as proteínas e os ácidos nucléicos.
O maior reservatório de nitrogênio do planeta é a atmosfera (79% do vol. do ar atmosférico). A grande maioria dos seres vivos, não consegue utilizar nitrogênio na forma molecular (N2) e, por isso, depende das bactérias fixadoras de nitrogênio, capazes de utilizar diretamente o N2.
Fixação do nitrogênio e nitrificação
Algumas plantas conseguem aproveitar diretamente a amônia (NH3), mas o composto nitrogenado mais empregado pelos vegetais é o nitrato (NO3). O processo de formação de nitratos no solo é denominado nitrificação, e sua ocorrência dá-se pela ação de dois grupos de bactérias quiossintetizantes, as bactérias nitrificantes.
O primeiro grupo (Nitrossomonas) oxidam a amônia (essa substância combina com moléculas de gás oxigênio) produzindo o nitrito (NO2). O nitrito é tóxico e raramente se acumula no solo por muito tempo, pois é imediatamente oxidado por bactérias do gênero Nitrobacter, que se transformam em nitratos. O nitrogênio que compõe o nitrato passa a fazer parte de moléculas orgânicas vegetais. Quando as plantas são comidas por herbívoros, as substâncias orgânicas nitrogenadas são utilizadas para a constituição das moléculas animais. O mesmo ocorre nos níveis tróficos superiores das cadeias alimentares.
A ação de decompositores em excretas, liberadas pelos seres vivos, e plantas e animais mortos garante o retorno ao solo, na forma de amônia, do nitrogênio constituinte das moléculas orgânicas e pode passar novamente por processos de nitrificação.
Desnitrificação
Enquanto uma parte dos compostos nitrogenados presentes no solo sofre nitrificação, outra sofre desnitrificação, processo realizado por bactérias do solo, denominadas genericamente bactérias desnitrificantes. Estas, para obter energia, degradam compostos nitrogenados liberando gás nitrogênio (N2), que retorna à atmosfera.

-
Postagem: Taís Tavares

12 comentários:

  1. Nessa parte do assunto, nos vimos os grandes ciclos da água e os pequenos , vimos o ciclo do carbono , ciclo do nitrogênio. Com relação ao ciclo da água podemos destacar : O pequeno ciclo da água é aquele em que a água dos oceanos, lagos, rios, geleiras e mesmo a embebida no solo evapora, passando à forma gasosa.
    O grande ciclo da água é aquele do qual participam os seres vivos. A água além de ser solvente e reagente de inúmeras reações químicas intracelulares, é uma das matérias primas da fotossíntese.
    Ciclo do Nitrogênio: O ciclo do nitrogênio consiste na passagem de átomos de nitrogênio de substâncias inorgânicas do meio físico para moléculas orgânicas constituintes dos seres vivos, e vice-versa.
    Ciclo do Carbono : Consiste na passagem de átomos de carbono (C) presentes nas moléculas de gás carbônico (CO2) disponíveis no ecossistema para moléculas que constituem as substâncias orgânicas dos seres vivos (proteínas, glicídios, lipídios etc.), e vice-versa.

    ResponderExcluir
  2. No inicio do I Bimestre nós estudamos ECOLOGIA,vimos primeiramente esquemas de energia e matéria nos ecossistemas,vimos que as pirâmides de energia podem ser feitas de acordo com 3 demonstrações:biomassa(matéria organica de cada nível),energia(contida na biomassa de cada nível) e de números(a largura de cada nível depende da quantidade de "elementos"envolvidos em questão);
    Posteriormente vimos vários ciclos,como por exemplo:
    *Ciclo da água:dividido em 2,o granmde e o pequeno ciclo,tendo em vista que no grande ciclo observamos a participação de nós seres vivos;
    *Ciclo do Nitogenio:onde ele é transformado em nitrato(NO3) e em nitrito(NO2);
    *Ciclo do Oxigenio:esse processo envolve em 100 % o meio ambiente,sua conversão depende da fotossíntese,onde ele é absorvido pela respiração dos organismos;

    ResponderExcluir
  3. A luz solar representa a fonte de energia externa sem a qual os ecossistemas não conseguem manter-se. A transformação da energia luminosa para energia química, que é a única modalidade de energia utilizável pelas células de todos os componentes de um ecossistema, sejam eles produtores, consumidores ou decompositores, é feita através de um processo denominado fotossíntese, com isso pode-se dizer que a fotossíntese é o único processo de entrada de energia em um ecossistema.
    A circulação de alguns elementos na natureza é essencial para que se tenha manutenção e reprodução dos seres vivos. Entre os principais ciclos está o do carbono, que se incorpora em compostos orgânicos através da fotossíntese; da água onde acontece o procedimento da chuva por meio da evaporação; e do nitrogênio que é transformado em nitrato e nitrito e incorporado no solo constituindo uma fonte para os vegetais superiores.

    ResponderExcluir
  4. Esse assunto apresentou varios cíclos que acontecem no planeta Terra,com a participação ou não dos seres vivos existentes aqui.Foram abordados os ciclos biogeoquímicos,são eles:o ciclo da água,do carbono e do nitrogênio.

    ResponderExcluir
  5. O ciclo da matéria é um processo fundamental à Vida na Terra. É através deste que se renova a matéria quer mineral quer orgânica, de modo a que esta exista permanentemente em todas as formas necessárias aos diferentes seres vivos. A matéria é tudo o que tem massa: encontra-se em cada pessoa, em cada pedra, em cada gota.

    ResponderExcluir
  6. a energia adquirida por um ser autótrofo e transmitida, sob a forma de energia química,que passa de um consumidor para outro.isso vai ter a piramide que vai medir a quantidade de energia absorvida.

    ResponderExcluir
  7. o fotossintetizante é um produtor gerado atraves da energia luminosa passa para o 1° consumidor que é a energia química,2° consumidor energia mecânica,decompositores vão ser energia térmica.

    Foi abordado no blog as pirâmides de energia q vai ser a q mede os consumidores e produtores e a pirâmides de números em relação aos indivíduos

    E também, foi visto sobre os ciclos biogeoquímicos como por exemplo o da água, do carbono e do nitrogênio.

    ResponderExcluir
  8. A energia solar é captada pelas plantas, transformada em energia química e, através da alimentação passa aos outros organismos, não mais voltando ao sol. A matéria mineral é transformada em matéria orgânica pelas plantas (produtores) e transferida aos outros organismos (consumidores) através da alimentação. Os decompositores “transformam” a matéria orgânica de cadáveres, restos e excreções dos seres vivos em matéria mineral que assim fica novamente disponível para as plantas. Hugo Novo e Laura Moura Sustentabilidade da Terra Ecossistemas Fluxo de energia e ciclos de matéria

    POR: RAPHAELA MIRELA

    ResponderExcluir
  9. O estudo sobre fluxo de energia tem como enfoque principal em verificar a forma com que a água e as áreas da terra recebem e processam a radiação incidente e os nutrientes orgânicos, bem como o desempenho integrado das comunidades e seu ambiente abiótico.

    ResponderExcluir
  10. Foi abordado o seguinte tema os ciclos biogeoquímicos compostos pelo carbono(C);hidrogênio(H);oxigênio(O);nitrogênio(N);fósforo(F)e enxofre(S).O chamado ciclo CHONPS.

    ResponderExcluir
  11. Foi apresentado nesta parte a energia em cada nível trófico e os ciclos biogeoquímicos (carbono, água e nitrogênio) que fazem parte da nossa sobrevivência, mostrando com se dá o processo de reciclagem desses compostos e o processo que sofre a biomassa desde os produtores até os consumidores.

    ResponderExcluir